Sunday, December 8, 2013

10 anos depois // 10 years after

Hoje faz dez anos desde a morte do meu avô. Há dez anos foi-se a minha inocência, como se toda a minha infância me fosse roubada e todo o meu mundo tivesse colapsado após um terramoto. Não há como explicar o pavor que se seguiu, as dúvidas existenciais, o buraco negro em forma de avô que sugou toda a alegria. Sempre me considerei uma privilegiada por ter tantas memórias felizes com ele, por ter sido a primeira neta tive direito a uma grande fatia dos seus sorrisos e do seu tempo livre. Com ele sentia-me feliz. Sem ele fiquei desorientada. Dez anos depois, convivo com a lembrança da felicidade de o ter e sou feliz por o ter tido na minha vida, mesmo que tivesse sido apenas por 21 curtos anos.
Há tempos referi um projecto que tinha em mente, pois bem, queria falar-vos dele. Quando vi as ilustrações simples da Marloes de Vries, e  através dela, vi a página de uma artista e ilustradora (não me lembro do nome) que ilustrou um livro infantil sobre um avô, apeteceu-me logo desenhar e partilhar algumas das boas recordações que tenho dele. E este fim-de-semana, entre a cozinha, as tarefas semanais, arrumações e a árvore de Natal, consegui completá-las. Tenho cinco, uma por cada dia da semana, a começar amanhã, cada uma delas um pensamento e uma memória feliz. Porque não quero que a minha história com ele se resuma à dor de dez anos atrás, mas sim uma recordação do amor que permanece. 
Boa semana a todos.

Ten years ago, my grandfather died. Ten years ago my innocence was gone, I felt like my childhood was stolen from me and it seemed that the whole world collapsed after an earthquake. I can't explain the terror that followed, existential doubt, the black hole in the shape of my grandfather who sucked all the joy. I always considered myself privileged to have so many happy memories with him, as I was the first granddaughter I had most of his smiles and his free time. With him I was happy. Without him, I felt lost. Ten years later, I cherish the memory of the happiness and I am glad to have had him in my life, even if it was only for 21 short years .
Some time ago I mentioned a small project I had in mind, well, today I tell you about it. When I saw the simple illustrations of Marloes de Vries, and through her blog, saw the page of an artist and illustrator (can not remember the name) that illustrated a children's book about a grandfather, I got inspired by them to share some good memories I have of him through my drawings. And this weekend, while cooking, doing my weekly tasks, organizing things and decorating the Christmas tree, I was able to do it. I have five, one for each day of the week, starting tomorrow, each of them a happy memory. I don't want my story with him to be narrowed to the pain of ten years ago, but instead a reminder of the love that remains.
Have a great week everybody.

5 comments:

Cate said...

Óptima ideia. Quero ver essas ilustrações! :)

Analog Girl said...

Vão começar a sair hoje. Até estou com medo... :P

amora said...

também recordo o meu com saudade. muito bonita esta ideia :)

Analog Girl said...

Obrigada amora, custa um bocado por cá para fora estas coisas, não me perguntes porquê, mas acredito que merece a pena. :)

Lazy Cat said...

Que bela ideia! =)