Friday, December 13, 2013

E a fechar a semana... // And to close the week up...

Mesmo depois de uma semana exaustiva, não podia deixar de vir aqui falar um pouco sobre o processo que foi recordar o meu avô. Quando comecei este pequeno projecto não estava muito motivada, tinha-me desorganizado, os planos mudaram por causa disso (inicialmente iria publicar a ilustração numa data só, mas o aperto do tempo fez-me repensar nas coisas e acho que acabou por resultar muito melhor assim), o atraso fez-me entrar num estado febril de produção que eu nunca conhecera antes (mal dormi no fim-de-semana passado com a ânsia de colocar tudo em andamento), e as fotos das ilustrações revelavam inúmeros detalhes imperfeitos que me fizeram duvidar muito das minhas capacidades. Os posts foram todos agendados e deliberadamente mantive-me afastada do blog, para que o foco fosse apenas aqueles simples desenhos feitos a aguarela. Repeti até à exaustão "finalizado é melhor do que perfeito", como um mantra que me impedisse de cancelar tudo. E foi custoso mas valeu mil vezes a pena. Se achava que era uma ideia engraçada prestar homenagem ao meu avô Fernando desta forma, vocês fizeram-me sentir que eu já devia ter começado isto há mais tempo. Nunca pensei que fosse tão bem recebido, com tanto carinho da vossa parte. Realmente quando as coisas vêm do coração só podem desabrochar. Os vossos comentários mitigaram todas as dúvidas e nervos e cansaço e eu não tenho palavras que expressem a minha gratidão. Agora estou ansiosa pelo próximo passo. Menina Quotidianos de seda, estou muito curiosa com a tua proposta e quero mesmo agarrar essa oportunidade, por favor manda-me um e-mail para falarmos melhor (analogirl.blog@gmail.com).
A todos, o meu agradecimento por terem feito esta pequena viagem no tempo esta semana. Deixou-me o coração cheio e muitas ideias novas na cabeça. 
Amanhã é um novo dia com a conferência #ABC e prometo contar tudo. Muito obrigada. Bom fim-de-semana!

Even after a exhausting week I couldn't fail to talk a little about the process of remembering my grandfather. When I started this little project I wasn't motivated, was disorganized, plans changed (initially I would publish the illustrations in one day, but the timing made ​​me rethink things and I believe it turned out much better), the delay made ​​me dive into a feverish production that I had never known before (barely slept last weekend with the urge to finish everything), and the pictures I took showed so many imperfections I was completely immersed in self-doubt. I booked every post and deliberately kept myself away from the blog, so that the focus was just those simple watercolors. Repeated ad nauseam " finished is better than perfect" as a mantra to keep me from canceling the whol thing off. It was hard, but it was worth it. If I thought that remembering my grandfather Fernando this way was a good idea, you made me feel that I should have started this long time ago. Never thought it was so well received, with so much affection from you. When things really come from the heart, they blossom. Your comments calmed all doubts and nerves and tiredness and I have no words to express my gratitude. Now I'm looking forward to the next step. 
To all, my thanks for joining me in this little trip back in time. You fulfilled my heart and helped to grow new ideas on my mind. 
Tomorrow is a new day with the #ABC conference and I promise to tell you all about it. Thank you so much. Have a great weekend!

5 comments:

Lúcia said...

Obrigada eu por tão doce partilha.
Gostei imenso de conhecer o teu avô Fernando.

Até amanhã,
*L

amora said...

gostei mesmo :) também me lembrei do meu avô que me criou até aos 18 anos... também o fui conhecendo melhor à medida que fui crescendo e tornando-me adulta. muitas saudades e muito carinho que guardo no coração :)

beijinhos

Quotidianos de seda said...

Que bommmmmmm. Acabei de chegar a casa (olha as horas) e ainda liguei o pc e vim directa ao teu blog.

Amanhã explico-te tudo por e-mail :)

Beijinho

Milk Woman said...

Só vi tudo agora, mas adorei. Nestas coisas, não há que ter medo, avança-se e pronto! Se para ti e para o teu coração está perfeito, é isso que interessa!!

Cate said...

"Realmente quando as coisas vêm do coração só podem desabrochar."
Esta frase resume tudo. Foi uma bonita homenagem e as ilustrações ficaram um amor. Faz mais. :)