Thursday, April 11, 2013

Passeatas inspiradoras

Ontem cheguei mais cedo ao yoga, e com o tempo livre, aquele bairro sossegado cheio de pátios e jardins, resolvi dar um curto passeio a pé e fotografar o que bem entendesse (com iphone, claro, não tinha a máquina comigo). E assim na calmia do fim-de-dia, mesmo com a luz mortiça, consegui tirar algumas fotos que me inspiram. Nada como deixar o ar entrar nos pulmões, de lavado, após a chuva e aproveitar tudo o que me rodeia. Já tinha saudades de fazer algo deste género. Ver se não deixo passar muito tempo entre esta e a próxima vez...







Esta casa tem um pátio lindo, meio desleixado, mas com mobília branca de ferro forjado que lhe dá um ar tão agradavelmente decadente e fico sempre tentada a fotografar, mas como as janelas estão sempre abertas tenho medo de incomodar os moradores. Bem, ficou a parede lateral, que outrora deve ter sido um lindo cor-de-rosa e agora é o que se vê. Ainda assim, adoro as cores e texturas.





Este edifício abandonado das últimas 3 fotos estava entregue aos pombos, que se fartaram de esvoaçar em seu redor, como que a proteger o seu território, senti-me no filme "Os Pássaros", era algo assustador, para além de estar sempre atenta a ver se não levava um cocó em cima. Se espreitarem para dentro da janela da esquerda ainda conseguem descortinar ali um papel de parede envelhecido.



(ainda o edifício abandonado. Desde que me lembro que adoro fotografar casas velhas e abandonadas, adoro imaginar a história que fez parte destes lugares...)




5 comments:

Vera said...

Gosto tanto da ideia (a foto do caracol a dar "uma piroeta" está tão castiça!), é um excelente exercício, faz-nos ver com mais atenção o que nos rodeia. Eu chamo-lhe... apreciar as coisas boas :)

Analog Girl said...

Podes crer Vera, é do melhor que há para relaxar. Juntas montes de coisas boas numa vez só, caminhar sem destino, limpar a cabeça, observar o mundo à tua volta, fotografar...
É incrível a quantidade de vezes que uma pessoa se esquece de fazer este tipo de coisas. E 10 minutos já são o suficiente para gozar um bom momento! :)

R. del Piño said...

Também tenho fetiche por casas abandonadas. Porque será??? Será porque o kitch esteve sempre na moda? :-P

Analog Girl said...

Ehehehehe! Olha, às tantas... :)

Eu gostava imenso de ter lata para entrar numa casa destas, mas tenho medo que me caia algum tecto em cima... Adoro imaginar o que se terá passado por lá antes... :)

Sue said...

Adorei a penultima foto ;)