Friday, March 28, 2014

Speechless

Eu tento escrever mas não me sai nada.
Tenho mil palavras a tentar sair debaixo dos meus dedos, no teclado, mas não encontro no meu cérebro as sinapses certas para que tudo tenha lógica e ordem.
Ando exausta. Muito trabalho, muitos nervos, ritmo frenético. Ando com a atitude bipolar em que um dia adoro o que faço e não trocava por nada deste mundo, e outros em que me sinto à beira de uma viragem e quero mudar tudo. E tudo sofre um pouco com isto, o meu blog, a minha rotina, a minha dieta. Faço muito exercício físico, mas está a ser difícil vencer a inércia, aquela que me impede de pegar nos cadernos, na caneta, nos pincéis. Tenho tanto por dizer, mas uma barreira não me deixa avançar. Quer-me cá parecer que é medo. Uma insegurança parva, mas o que vale é que já sei bastante bem como que conto, e não tardará muito para conquistar novamente o meu ritmo e a vontade.
Quero voltar com ideias, novidades, com força de vontade renovada. E não tardará muito.

I try to write but nothing comes out.
I have words trying to come out of my head, but cant' find in my brain the right synapsis to make it sound logical. I'm exhausted. Lots of work, stress, frantic days. My atittude it's somewhere between loving what I do and feeling I'm on a verge of change and want to change. Everything is left undone: my blog, my routine, my diet. I work out a lot but still can't fight the inertia and pick up paper, pen and brushes. I have so much to say but something's keeping me from doing it. It looks like it's fear. And stupid insecurities I have to work through.
I want to come back with ideias, news and willpower. And it won't be long.

4 comments:

Anna Marian said...

Como te compreendo Ana. Apesar de tudo tambem eu me sinto assim, quero tudo e acabo por nao querer nada. Ando stressada e numa pilha de nervos no entanto gosto do que faco. Enfim, entendasse! Eu nao consigo entender :( Beijinho x

Lazy Cat said...

Há fases assim. Espero que passe depressa =) *

Lúcia said...

"Ter medo é reconhecer que há ali um perigo e avançar com cuidados (...) às vezes mais depressa outras vezes quase parado." - HC.

Avança depressa ou parada, mas avança!

Coragem!

Analog Girl said...

Obrigada pelas palavras meninas, acredito que seja uma fase mais complicada, têm sido demasiados altos e baixos, uma pessoa acusa o cansaço. Mas isto volta ao sítio! ;)
Beijinhos*