Sunday, March 9, 2014

4 dias em França // 4 days in France


Sexta, pelas 7h30 já estávamos no aeroporto prontos a embarcar. Cinco passageiros, eu, o Pedro, a Cate, o meu pai e a minha avó (de 82 anos, que decidiu que ia connosco e mostrou uma resistência invejável durante a viagem toda). Depois do vôo, e de cruzar a cidade de paris (onde parece que só vou de passagem) até à estação de Montparnasse e correr para apanhar o TGV, vimo-nos finalmente a caminho da Bretanha, para a pequena cidade de Rennes, o último passo antes de finalmente podermos abraçar a minha irmã. Foi no comboio que finalmente pudemos respirar fundo e aproveitar cada minuto e cada quilómetro da paisagem rural. Na estação de Rennes fizemos questão de ser bem portugueses e barulhentos assim que a vimos à nossa espera no topo da escada rolante. Os abraços, os beijos os gritos de satisfação, as lágrimas, naquele momento o cansaço da viagem desapareceu. Estávamos todos juntos finalmente. E estes dias iriam merecer a pena. 

Friday, at 7h30 we were on the airport ready to fly. Five passengers, me, Pedro, Cate, my dad and my 82 year old grandmother. After the flight and crossing Paris (where I only seem to be passing through) until Montparnasse train station to catch the TGV, we were finally traveling to Bretagne, towards the small city of Rennes, the final destination to finally hug my sister again. On the train we could finally relax and enjoy every quilometer of rural landscape. On Rennes station we made all the noise in the worls when we saw her standing on the top of the escalator. While we kissed her and screamed, and cried, all the tiredness from the trip just went away. We were together again, finally. And these days would be worth it.







Rennes é uma cidade pequena e bonita, cujo maior foco é um centro histórico, o bairro de Sainte-Anne, com um aspecto medieval que durante o dia faz lembrar o bairro gótico de Barcelona (numa escala muito menor) e à noite o bairro Alto com os estudantes a encherem as dezenas de bares que povoam a zona. Aos sábados de manhã o bairro também alberga o 2º maior mercado de França que é absolutamente delicioso. É uma experiência gira sair para os copos numa sexta feira e ver as ruas cheias de estudantes barulhentos e na manhã seguinte ver tudo calmo e ordenado e centenas de famílias às compras pelo mercado fora. Foi o paraíso para tirar fotos, como podem verificar.

Rennes is a pretty little town, which greatest feature is the city center, a small medieval neighborhood called Sainte-Anne, with some resemblance with Barcelona's gothic district, with an active nightlife, with students filling up the dozens of bars on that area. On saturday mornings, there's the 2nd biggest market in France, which is amazing. It's a nice expericence going out on a friday night in the middle of the noisy students and returning the next morning to a family-friendly quiet market. I was crazy photographing every inch I could, as you can tell.









 (um cheirinho de casa em plena Rennes // a little piece of home in Rennes)






Sexta e sábado ficámos a conhecer Rennes, que é tão pequena que se vê num instante. Ainda tivemos a extraordinária pontaria para acontecimentos insólitos que a minha irmã e o namorado nunca testemunharam desde que lá estão, como a polícia a revistar-nos as malas à saída do metro, ou uma cena de pancada na rua, precisamente com o dono do café onde resolvemos parar um pouco. Adorei o facto de a cidade parecer tão bem cuidada, calma e ordenada, com o metro mais eficaz que já vi (mas também tem só uma linha, se calhar não é muito difícil).

Friday an saturday we stayed at Rennes, getting to know it (which was fast, the city is really small). We were present at strange events that my sister or her boyfriend ever assisted, like having the police checking our bags when leaving the subway, or witness two man fighting (one of the from a small cafe where we stopped for a moment). I loved the fact that the city seems so well taken care of, quiet and organized, with the most effective subway ever (but quite small, so maybe that's not that hard).






 (eu, sempre de óculos de sol, a apreciar a paisagem // me, always in sunglasses, enjoying the city)

No domingo decidimos apanhar o autocarro e visitar Mont Saint Michel, uma pequena vila medieval numa pequena península, junto ao mar. É de cortar a respiração, aproximarmo-nos do local e ver a imponente construção da abadia e do mosteiro destacar-se na paisagem plana e quase pantanosa. A minha avó surpreendeu-nos a todos e a ela própria ao subir até ao cimo e passear connosco pelos claustros e pela abadia onde ainda ouvimos parte da missa com um coro. Tivemos ainda o golpe de sorte de ir no dia em que não se pagava para entrar e mereceu muitíssimo a pena a visita. De regresso a Rennes, durante a tarde, pouco ou nada restava a fazer, a cidade praticamente fecha ao domingo e passámos a tarde inteira num dos poucos restaurantes abertos a conversar, beber vinho e a fazer absolutamente nada. O que também sabe bem numas férias, simplesmente deixar as horas passarem.

On sunday, we decided to visit Mont Saint Michel, a small medieval village on a small peninsula, by the sea. It's a breathtaking vision, the abbey rising in the plains. My grandmother surprised everyone climbing to the top of the abbey, getting to attend the mess with a beautiful choir, and walking the cloisters all the way with us. We were lucky enough to go in a free entrance day and it was so worth it (even if we had to pay it would be worth it). Back at Rennes, during the afternoon, little was left to do, and with the city all quiet and everything closed, we stayed long hours at a café just talking, drinking wine and doing nothing else. It's nice just to sit still and let the hours pass us by while we're on vacations.









 (a paisagem é espantosa, não nos cansávamos de a fotografar // the landscape is just amazing, we couldn't get enough of it)



(eu tenho uma cena com claustros, adoro-os de paixão, e não larguei a máquina o tempo todo, foi difícil seleccionar apenas 2 fotos  // I have a thing with cloisters, love them so much and couldn't put the camera down for a minute, it was hard picking just 2 photos)


Segunda feira foi o último dia e aproveitámos para deambular pela cidade e fazer umas compras. Já não fotografámos muito mais, tínhamos já tudo arrumado e pronto a ir. Tentámos não ficar demasiado tristes com a despedida, afinal a espera será breve até ao regresso dela a Lisboa. Mas ainda assim fica sempre aquele vazio de a ter de deixar lá. Acalma-nos saber que ela está com o namorado e que fez bons amigos por lá. E está tudo bem. 

Monday was our last day and we enjoyed another lazy day in town, and going shopping. We didn't took many pictures, everything was already packed up. We tried not to be too sad with our goodbyes, after all my sister will soon be back home. But still there's always a little emptyness for leaving her behind. We just feel good that' her boyfriend is there with her and that she has great friends there. And everything is alright.

10 comments:

Lazy Cat said...

Que rico fim de semana =)

Analog Girl said...

Foi mesmo muito bom! :)

Lúcia said...

Oh :) Os afetos são mesmo o melhor da vida.
E a tua avó ter ido - que corajosa!
Adoro as fotografias, dá vontade de saltar lá para dentro. *

Quotidianos de seda said...

Estás tão giraaaa !
Boas fotos.
Também adoro claustros. Manias da malta das artes, acho (eu só Teoria...que arte não tenho nenhuma...é zerooo, ihih).
Bjocas

ML said...

Eu viajei contigo levada por estas belas fotos... que maravilha de olhares! :)

art.soul said...

imagens fabulosas!

Merenwen said...

Parecem os mercados aqui de Bruxelas no fim de semana!
O Mt. Saint Michel está na minha lista há imenso tempo, a ver se o visito esta Primavera!

Analog Girl said...

Merenwen, tens de ir, vais adorar. (e sim, aproveita um dia com melhor tempo, com sol deve ser maravilhoso!) :)

by Deva said...

A arquitetura é fabulosa, eu não conheço, só de fotos, os meus pais fizeram esta viagem, deve ser maravilhoso o Mt Saint Michel e toda a envolvência. As fotografias ficaram lindas :)

Analog Girl said...

Deva, é fantástico, merece muitíssimo a pena! Obrigada :)