Monday, October 7, 2013

Reagrupar, reorganizar, recomeçar // Regroup, reorganize, restart

Para mim, à semelhança de uma boa percentagem de gente por esse mundo fora, o Outono representa o verdadeiro recomeço do ano. E depois destas férias, apesar de ainda estar a sentir-me um pouco abalada pela recente recaída (acho que passei o Verão todo neste impasse nervoso e emocional e só agora pareço acordar), quero, mais do que nunca, recomeçar. E por onde, perguntam vocês? Bem, eu tinha uns planos todos janotas para esta fase. Queria testar-me, desenvolver todos os projectos que tenho na cabeça, queria ter usado o verão para experimentar todos os cursos online que tenho em espera, para criar toda uma plataforma que me elevasse mais perto dos meus sonhos, mas ali estava eu, a impedir-me a mim própria, a concentrar-me nas derrapagens do dia a dia e sem conseguir conquistar o Universo. Pois bem, os planos refazem-se, tive um revés, um atraso, mas isso não significa que não consiga andar para a frente na mesma. E assim reajusto-me. Devemos sempre ouvir o nosso corpo e mente e neste momento a minha pede-me muita calma e uma coisa de cada vez.

Neste Outono eu quero por a minha casa em ordem. Há tanta coisa que eu queria arrumar, destralhar e modificar no meu pequeno apartamento e sinto que se não aproveito o embalo, nunca o vou conseguir fazer. Por isso, e começando pela cozinha que brevemente receberá um novo forno e placa, quero organizar e arrumar armários e gavetas, tratar de pendentes parvos como sapatos que precisam de ser arranjados e por pilhas nos relógios, dar uma volta ao escritório que está medonho (adorei esta ideia e quero adaptá-la assim que descobrir a melhor solução), encontrar soluções de arrumação para o meu roupeiro e reorganizar o espaço de arrumação debaixo da cama. Com isto tudo, estou com vontade de apostar em nova decoração, começando pelas almofadas que quero fazer (olá costura!), passando pelo Natal e novas ideias handmade e (espero eu) terminando numa pintura às cadeiras da sala, que poderá ser uma empreitada para a Primavera (será loucura mudá-las de preto/castanho escuro para amarelo?).
No meio disto tudo, haverá tempo para os cursos online e ainda para aquele pequeno projecto que aqui falei não quero abdicar ou adiar e que divulgarei no início de Dezembro aqui pelo blog. Como?, perguntam vocês? Pois bem, o senhor meu "marido" inscreveu-se num curso que terá lugar aos sábados, o dia todo, e já decidi que vou aproveitar o melhor que puder as horas que tiver ao meu dispor, sem ficar fechada em casa dias inteiros, claro. E, para quem está a pedir para abrandar parece-me que estou a abusar, mas estou em crer que tudo correrá pelo melhor. Adiei algumas tarefas mais árduas que aguardarão melhores dias. Um passo de cada vez, e as coisas fazem-se. Hoje mesmo, sem querer, dei por mim a apagar toda a minha caixa de e-mail do hotmail, ainda que acidentalmente é menos uma tarefa por concretizar (desde que não pense demasiado naquilo que apaguei). Vocês já conseguiram concretizar alguma tarefa de jeito este Outono ou o bom tempo anda a impedir-vos? Digam-me que não sou a única procrastinadora por aqui...


To me, as for a lot of people around the world, the Autumn represents the real beginning of the year. And after these short vacations on the countryside, and feeling a little shaken with the recent stress (I think that I spent the whole summer in this nervous state and only realizing it now), I want, more than ever, to start over. And where, you ask? Well I had really fancy plans for this time of year. I wanted to test me, to develop all the projects locked in my heade, I wanted to use the summer to check all the online courses I have waiting for me, wanted to create the platform for my dreams to take off, but there I was, stopping myself, just concentrating on the everyday little detours, not being able to conquer the Universe. So, plans are being remade, I had a setback, a delay, but that doesn't mean I can't move forward. So I adjust myself. We always should listen to our body and mind when it's asking to take one day at a time and slow down. 

This fall, I want to reorganize my home. There are so may things to tidy, declutter and change in my small apartment and I must take this chance when I'm feeling motivated or else I might never start. So, starting off with the kitchen which will be having new appliances - which leads to a mandatory and massive organization-, and small everyday-details missing (like taking my shoes to fix them and put new batteries on my watches), I want to turn around my messy home office (loved this idea, must find a way to use it soon), find new solutions for my small closet and storage space below the bed. In the middle, I want to redecorate, starting with pillows that I want to make (hello sewing, long time no see!), and having new handmade christmas decoration and (so help me God) by springtime, paint my living room chairs (is it too much to turn the from black/brownish to yellow?)
In the middle, there will be time to take those online courses and that little project that I mentioned before, that will be ready by early December. For somebody who needs to slow down I feel like I could be pushing myself, but I believe it is possible. I put on hold other big tasks for the future. One step at a time and everything is possible. Today, without noticing, I completely deleted my entire hotmail account inbox, now there's one less task to do (better not to think too much about what I left behind). 

5 comments:

Lúcia said...

Cheia de projetos na cabeça e poucos fora dela...

Infelizmente procrastinar tem sido a palavra de ordem por aqui.

Boa sorte com as mudanças e com a To Do List!

Gosto do teu blog, obrigada pelas partilhas,

Beijinhos,
Lúcia

Lazy Cat said...

Empresta-me um bocadinho da tua motivação.... =|

Analog Girl said...

Lúcia, também estou assim, mas ainda acredito que a hei-de vencer mais tarde ou mais cedo! :P Força!

Lazy, ontem depois de ter escrito o post pensei "mas estou maluca ou quê?". Mas acho que escrever ajuda a vencer a inércia. O meu maior desafio aqui é a cozinha, só de pensar no que lá tenho de fazer fico cansada, mas agora comprometi-me no blog e pronto, que remédio tenho eu!
Decidi não olhar muito às tarefas, vou fazendo aos poucos, e espero que isso vá gerando mais motivação... :)

Vera said...

Eu estou mais ou menos como tu, o T. voltou à faculdade e quase só o vejo ao fim de semana (e mesmo assim são passados a estudar!). Sozinha, comecei a pensar em ocupar o tempo e agora... estou MESMO cheia de projetos (acho até que estou a sonhar muito alto!). É só estruturar as coisas e depois conto tudo!

Analog Girl said...

BOA Vera! Estou curiosa! Conta conta conta! :)
Espero daqui a 1 mês estar tão dinâmica e cheia de vontade como tu!