Tuesday, June 11, 2013

I'm back!

De volta, finalmente! Três dias fora e um feriado apenas e somente para descansar. Hoje tinha uma tonelada de trabalho à espera e mal pude por os olhos na blogosfera, por isso, agora posso dizer que estou de volta em pleno. 
Este fim-de-semana fora foi realmente uma aventura. Ficámos numa casa de turismo rural linda de morrer chamada Casa de S. Vicente, pertinho de Braga. Chegar lá foi desligar automaticamente do stress, da viagem e esqueci-me o que era a cidade. Naquela quinta antiga, toda de pedra, cheia de mobília pesada, senti-me em casa. O nosso quarto dava para o pátio e nem as nuvens ameaçadoras nos demoveram de explorar a zona circundante e sossegar nas cadeiras enquanto lia um livro, ou desenhava um pouco.
No sábado, ainda que com chuva e nevoeiro denso resolvemos ir explorar o Gerês (muito superficialmente, uma vez que não estávamos de todo preparados para grandes passeios selvagens). Na Cascata do Arado conhecemos um grupo que ali passeava e nos levou a uma outra parte da cascata, escondida atrás de um trilho e estariam dispostos a mostrar muito mais e a partilhar almoço connosco para que conhecêssemos mais pequenos paraísos escondidos no gigantesco Parque. O P. estava adoentado e os meus joelhos não estavam de todo prontos para trilhar caminho, pelo que nos separámos do alegre grupo num misto de pena por não poder continuar o passeio, mas muito contentes por os termos conhecido. Ficámos com uma série de ideias para voltarmos num futuro próximo, com equipamento decente para percorrer os montes e explorar os locais semi-escondidos que nos sugeriram. Nesse dia o cansaço superou-nos e voltámos à quinta para descansar. 
Domingo foi o dia da partida. Deixar a quinta foi penoso, já tinhamos feito amizade com os trabalhadores (uma família grande e acolhedora), mas cedo ganhámos ânimo quando fomos a Guimarães, onde Portugal nasceu. O regresso a casa teria sido perfeito, não fosse o pneu que rasgou em plena auto-estrada e nos forçou a esperar reboque, a gastar dinheiro em pneus novos, e a retomar a viagem com duas horas e meia de atraso. Mas não nos desanimou. Trazemos memórias fantásticas e não me arrependo de nada, excepto talvez de não ter explorado mais o Gerês. Mas ficará para uma próxima.
Fiquem com algumas fotos.


Back at last! Three days out and a holiday made for resting. Today I had a ton of work waiting for me, so I could barely keep up with the latest blogosphere updates, but now I can say that I'm really back.
This weekend out was a real adventure. We stayed at a beautiful country house named Casa de S. Vicente, near Braga. As soon as I got there I just forgot about stress, the long tiring drive, and bout the city. In that old farm, all made of stone, full with heavy old furniture it felt like home. Our room was near the big yard, and no threatening clouds would keep me from exploring the countryside and hang outside in a chair while reading a book or drawing.  
Saturday was raining and foggy but still we went to explore Gerês (very shallowly, since we weren't ready for big wild rides). In Arado's Waterfall we met a nice group of people who took us to a hidden part of the same waterfall, through a rough rail, and they would still show us more and shared their lunch if we kept exploring with them. Unfortunately, P. was a bit sick and my knee started hurting, so we split up feeling a little sorry not to know more with them, but happy we have found them. We took note of some places we should visit in a near future, with the right equipment. Then we got back to the old farm feeling really tired, and slept really well that night.
Sunday we left. Leaving Casa de S. Vicente was hard, we were already friends with the people there (they're a big, cosy family), but heading up to Guimarães, where Portugal was born was really exciting.
The return home would have been perfect if it wasn't for our flat tire which delayed the trip. But that couldn't break the joyfull mood of the weekend. We bring along fantastic memories and I have no regrets, except perhaps not exploring Gerês a little bit more. But we'll be back for sure. Here are some photos.




Braga, bem conservada e limpa (como todos os sítios por onde passámos, aliás, tudo muito bem mantido, cheia de vida e ainda assim, sossegada q.b.. Adorei a cidade!
Braga, beautifully clean, full of life and still, quite peacefull. I loved the city!



A quinta... (suspiro). A nossa porta era precisamente a maior nesta última foto, atrás das cadeiras verdes. 
The old farm... (sigh). Our bedroom door is the biggest one, behind the green chairs.





Castelo na Póvoa de Lanhoso. Lindo.
Póvoa de Lanhoso Castle. Just beautiful.






Gerês e as cascatas :)
Gerês and the waterfalls. 


E o castelo perto do Paço dos Duques, em Guimarães.
And a castle near Paço dos Duques, in Guimarães.

E sim, este tempo maravilhoso em pleno mês de Junho... 
And yes, this wonderful weather in June...

8 comments:

Andreia Crociquia said...

Podíamos ter-nos cruzado menina =)

Analog Girl said...

Pois, eu tinha ouvido falar que vocês também andavam pelo Norte nesse fim-de-semana e estive mesmo mesmo para dizer algo, mas mesmo assim não estávamos tão perto quanto isso e com o P. doente a coisa ficou ali circunscrita. :)

alva quase transparente said...

O Gerês é mesmo um tesouro. Tens mesmo que voltar.
Tenho a sorte de poder lá estar em 1h e faço-o muitas vezes. Nem que seja passar lá 1 dia, é revitalizador. A minha alma ilumina-se naquele lugar.

:) se precisares de roteiros no norte por paraísos é so dizer

Analog Girl said...

Menina Alva quase transparente, da próxima vez que lá for não me vou esquecer! Adoro ir ao Norte, sinto sempre que faço novos amigos por lá, que tudo é mais verde e mais bonito. :)

Filipa said...

As fotos estão lindas! Mas as paisagens também ajudam, claro. ;)

Analog Girl said...

Sim, e mesmo com o nevoeiro o passeio valeu muito a pena :)

Karma said...

rsrsrsr, inveja!
Oh deus, quando eu for grande também vou aproveitar os fins-de-semana para fugir assim.
Isto de ser estudante é cansativo! não só temos que ir as aulas durante a semana e estudar, como ainda temos os fds todos ocupados com trabalhos e estudos!

E sim, o Gerês é, sem duvida, um sitio onde se pode reservar uma semana e explorar loucamente. já lá estive, mas foi na parte urbanizada e digamos que odiei! mas a zona das cascatas e das lagoazinhas é do melhor :)

Analog Girl said...

Oh Karma, mas aproveita a vida de estudante, que se acaba a correr! :)
Mas sim, sair da cidade por uns dias e ir explorar o é mesmo bom (se bem que já lá vai o tempo em que o fazia com mais frequência, mas ainda assim sei que sou uma privilegiada). E o Gerês merece mesmo a pena, se for bem explorado. Estou cheia de vontade de lá voltar outra vez, bem equipada e com comida.