Friday, June 21, 2013

Dia agridoce // Bittersweet day

Hoje começa o Verão, a minha estação, em breve chegarão os meus anos (que ainda gosto de celebrar) e os dias de praia e as férias, e as passeatas a pé pelas minhas bandas que são dos melhores sítios para morar. Mas hoje é sempre um dia estranho. Se há tanta coisa boa a caminho, não consigo evitar lembrar-me que hoje faz mais um ano. Há sete anos neste dia despi definitivamente a pele da infância, enfrentei a vida e os medos mais terríveis para que conseguisse enfrentar a vida sem ti. E se me queixei disso, porque quase deixei a minha identidade de filha perder-se, hoje sei que só assim consegui aprender novamente a viver. A fazer o que tu fazias, com a mesma dedicação. Os gestos teus que repito sem dar conta dizem-me que, mesmo que o tempo me distancie da última vez que ouvi a tua voz, nunca me deixaste realmente. E hoje não tem de ser um dia mais triste que todos os outros que vivo sem ti. Mas hoje faz sete anos que te perdi. E tenho saudades tuas.

Today Summer starts, my time of the year, soon it will be my birthday (and I still like to celebrate it), lazy summer days, vacations and long walks on my neighborhood which is the best place to live. Today is always a strange day. Having so much good things on the way, I can't help remembering that today we add up another year. Seven years ago today, I definitely took off my childhood skin, faced life and all it terrible fears so that I could live life without you. And if I complained for almost loosing my identity as a daughter, today I know that that helped me to learn to live again. Doing what you did, with your dedication. Your gestures that I repeat without noticing tell me that even if time separates me even more from the last time I heard your voice, I feel you never left me. And today it's not a sadder day than any other. But today it's seven years since I lost you. And I miss you.

5 comments:

Anonymous said...

Minha querida, nao consigo imaginar ao que isso deve sentir, além de ser um vazio profundo e pesado, uma tristeza que vai e vem e nunca te deve deixar por completo. Um beijinho com saudades e um abraco aqui de Bruxelas. Merenwen!

Analog Girl said...

Obrigada pelas tuas palavras menina! Espero que tudo esteja a correr pelo melhor por aí.
Beijinho grande e saudades*

Cate said...

Beijo no coração. :) *

dropsofmagic said...

Beijo grande e muita força *

Analog Girl said...

Obrigada meninas. Eu estou bem, mas é tão inevitável pensar nesta data com esta nostalgia estranha... :)