Tuesday, May 28, 2013

Desenhar, desenhar, desenhar //Draw, draw, draw

Um desafio no coaching está-me a ajudar a recuperar algum do ânimo perdido na semana passada. A proposta foi simples: um desenho por dia. Para me mexer, para desbloquear, para me descobrir um pouco mais. A verdade é que ultimamente o desenho vai-se tornando cada vez mais no meu tónico diário. Perco-me nos traços que faço, um desenho leva a outro, uma técnica dá vontade de testar outra, e dou por mim cheia de entusiasmo. E faço mais que um desenho por dia. A semana passada, numa tentativa de fazer um diário alimentar para começar a perder peso, entretive-me a desenhar parte das minhas refeições diárias (faz parte da minha estratégia para me interessar na comida saudável, desenhá-la, e parece que está a funcionar). Mas no domingo andei a contar os dias e resolvi ressuscitar os cadernos de "uma palavra por dia" e "um desenho por dia" que estavam abandonados desde Março. A palavra foi fácil de recuperar, os desenhos nem por isso, mas ando a motivar-me a lá chegar, e se os primeiros desenhos eram toscos e rápidos para preencher os quadrados, ontem fiz cinco quase sem dar por isso, mais elaborados e detalhados. A quantidade nesta altura é importante, mas é incrível como em dois dias de insistência começo a recuperar pulso e a desenvolver o meu traço. 

A coaching challenge is getting me back in my game, since I lost my willpower last week. It was a simple proposition: a drawing a day. To get me moved, to unblock, to find out more about myself. The truth is lately, daring is becoming my daily tonic. I get lost in the traces, a drawing leads to another, each technique leads to try another one, and i find my self overflowing with enthusiasm. And I'm making more than one drawing a day. Last week, I started to write a food journal to try to loose some weight, so I drew some of my meals (it's part of my strategy to continue focused on the diet and it seems to be working). But on sunday I started counting the days and recovered my "a word a day" and "a drawing a day" notebooks, untouched since March. The word was easy to recover, but the drawings are not that simple, but I'm motivated to get there, and if at first I started make fast and simples drawings to get it over with, yesterday, almost without noticing it, I made five drawings, more detailed and complete. Quantity is really important right now, but it's amazing how in 2 days insisting I'm recovering my capacities.

(Capa do meu "food journal" tomate, quinoa e queijo feta // My food journal cover, tomato, quinoa and feta cheese)
(Alguns desenhos e experiências // some drawings and experiences)

(uma floresta // a forest)

18 comments:

alva quase transparente said...

O desenho é isso mesmo, insistência, persistência, amor e ódio, experiências, frustração, o inacabado, em processo.
Tudo isto e muito prazer.

Gostei da tua determinação :)

Analog Girl said...

Disseste tudo, alva quase transparente... :)
E vamos ver se esta pica não me larga, ando mesmo com vontade de puxar mais e mais por mim.

Ana A. said...

Mulher, se eu tivesse 1/10 do teu talento já ne sentia feliz.
Não desistas disso, que o que tu tens é muito talento escondido na alma.

Analog Girl said...

Oh Ana, até fico sem jeito... muito obrigada! :)

Quotidianos de seda said...

Costumas expor ?
Beijinho

Analog Girl said...

Olá quotidianos, não, nunca expus nada a não ser nos tempos de escola... :)
Mas também estou só agora a recuperar o ritmo, às tantas um dia a coisa dá-se...? Nunca pensei nisso, confesso.

Paulo Fern. said...
This comment has been removed by a blog administrator.
Analog Girl said...
This comment has been removed by the author.
Lazy Cat said...

LOL oops.... isto é o que faz ir à net no pc do patrão.... xD Sou eu que gosto da floresta, tá? LOL

Analog Girl said...

Ahahahahahahahaha! Muito bom! Também estranhei um novo leitor, homem a usar o adjectivo "linda"... eheheheh! :)
Obrigada Lazy!! **

Anonymous said...

Adoro! Especialmente a floresta da última foto, apetece entrar por ela adentro! Era um poster assim gigante pra por no meu quarto, sff! :) devias pensar rentabilizar esse talento míuda! Beijinho, Merenwen!

Analog Girl said...

:)
Obrigada minha querida! Gostava de pensar em rentabilizar, mas para já quero é produzir. Sinto-me a evoluir e é bestial. Quem sabe num futuro próximo a coisa se comece a desenvolver...

art.soul said...

Que bom que é ver-te assim, passar por aqui e ver estes desenhos lindos.
CONTINUA!
Beijo

Analog Girl said...

Obrigada Art! Tu és uma das grandes responsáveis por este entusiasmo, inspiraste-me muito!
beijo grande*

Ana A. said...

Analog,
Pensa lá nisso da expoisção e eu sou menina para te ajudar com a coisa e ainda escrever sobre isso na Le Cool!

Analog Girl said...

Ana A., não digas isso duas vezes, adoraria agarrar essa oportunidade, mas sinto que ainda não tenho corpo de trabalho suficiente. Mas já me plantaram aqui uma semente que tenho muita vontade que cresça... :)

Karina sem acento said...

Adorei os teus desenhos! Eu tenho saudades de desenhar, muitas mesmo... mas ou nao tenho tempo, ou não me sinto inspirada, ou... :(

Analog Girl said...

Obrigada! :)
O pior é (re)começar Karina, há uns 2 anos que eu não pegava quase em papel e lápis, mas ando a arranjar espaço para o fazer cada vez mais. E dá um gozo enorme, nem sei porque é que deixei isto para trás...