Thursday, July 9, 2015

Crónica de uma madrugadora acidental

Acordar às 5h30 da manhã sem despertador nem sono. Dar mil voltas na cama e decidir levantar-me porque tenho fome e mais vale fazer algo de útil em vez de ficar na ronha.

Tomar o pequeno-almoço às 6h15.

Passar a vista pelas redes sociais, e-mail, e por um mini-curso que subscrevi na net e pensar que não me é nada útil. Mas ainda assim tem umas ideias e recursos giros que acabam por valer a pena (sou só eu que acho estes cursos na net por vezes demasiado ocos e repetitivos? Nem toda a gente sabe fazê-los é o que é...).

Meditar um pouco.

Fazer a cama e arrumar o que estava desarrumado.

Tomar banho sem pressas, escolher a roupa, mudar de roupa...

Sair nas calmas, sem me esquecer de nada.

Chegar cedo ao trabalho.

Sentir que o dia já vai longo e ainda mal começou.

Agora já tenho sono.

Estou tramada.

3 comments:

alva quase transparente said...

adorava ser uma "morning person"
Das raras (muuuito raras) vezes que me acontece algo parecido, sinto que aproveito tão melhor o dia, sinto-me tão produtiva.
Quando há uns anos atrás ia ao ginásio às 7 da manhã a sensação era essa :) O problema é que acordava a grande custo e sacrificio, mas valia muito a pena

Agridoce said...

Hoje também acordei por volta das cinco... Gostava de ter feito como tu... Devia ter-me levantado, podia ter ido correr... Mas não, fiquei a dar voltas na cama e ainda consegui dormir qualquer coisa entre as 6h30 e as 7h30.

Um dia hei-de conseguir acordar mais cedo!...

Analog Girl said...

Alva quase transparente, eu costumo acordar para ir ao ginásio às 7h, não me custa particularmente acordar muito cedo porque sempre tive problemas de sono, o problema é que não me deitei cedo e tudo isto se torna extremamente irregular. Ao fim de semana ainda consigo safar-me com uma sesta (acordo muitas vezes pelas7h, 8h), mas hoje vou penar... :P
Ainda assim, foi uma manhã produtiva e calma acima de tudo!

Agridoce, se eu tivesse com sono tinha ficado na ronha até à última, mas hoje foi um daqueles dias em que não conseguia manter os olhos fechados (a mim acontece-me com demasiada frequência, é o exacto oposto de estar a cair de sono e não conseguir manter os olhos abertos).
Eu sei que um dia vais conseguir! ;)