Monday, March 19, 2018

Dia dos “meus” pais

Tive a sorte de ter mais que um GRANDE (assim, com maiúsculas) exemplo de pai e de homem na minha vida. Tive a sorte de, apesar de nascida e criada num meio tão patriarcal, de ter tido sempre quem me ouvisse e me considerasse como uma igual, que tentava compreender as dores de período, a cabeça complicada de uma rapariga, adolescente, mulher. Tive a sorte de ter comigo homens de coração tão grande que sei que fariam de tudo para me apanhar quando eu cair, mas que me deixam em liberdade porque na verdade eu gosto de ser livre e estar sozinha. Respeitam o meu espaço. Ouvem as minhas dores. Apoiam os meus sonhos mais rebuscados. Tive um grande avô, que me encheu o coração de amor e compreensão , tenho um grande pai, que, escuso de sublinhar, tem sido pai e mãe em pelo menos metade do seu percurso na paternidade, sempre aberto a aprender, a aceitar que a vida é mais do que as rotinas e sempre pronto a defender as filhas. E sei que dei um grande pai ao meu filho, que o ama incondicionalmente, que o vai apoiar nas suas escolhas, mesmo que não sejam as dele. 
Porque o comum neles é sempre desejar a felicidade dos filhos, dos netos, é deixar ser quem são e estar ali, a ouvir, a apoiar, a sentir as dores e a abraçar como só os pais sabem fazer. E como eles tenho felizmente outros grandes exemplos na minha vida. Tios, amigos, primos.
Feliz dia do pai a todos os “meus” pais. 💙

No comments: