Friday, December 26, 2014

E o vosso, como foi?



O Natal mudou, ou terei sido eu?

Não sei precisar, mas sei que os Natais verdadeiramente felizes ficaram algures perdidos no passado. Ou, na minha inocência, alguns deles já não eram tão felizes assim, mas eu simplesmente não via. Compreendo melhor do que nunca porque dizem que o Natal é das crianças. O Natal em adultos é algo complicado, os problemas nunca ficam à porta nestes dias, por muito que queiramos e tentemos. Enfim, faz parte da vida.
E este ano não foi excepção. Na verdade foi mais difícil. O que mais gosto do Natal não é o dia nem a festa em si, mas a antecipação, o tempo que posso dedicar a pensar no presente mais indicado para a pessoa, ou o que posso fazer para oferecer, decorar a árvore e a casa, pensar numa forma diferente de embrulhar os presentes, essas pequenas coisas que este ano não consegui fazer.

Ainda assim, há sempre uma alegria desmedida em reaver as pessoas da família que não vemos com tanta frequência, há algo de extremamente ingénuo e inocente que desperta em mim, numa esperança, ainda que remota, de me lembrar do brilho que o Natal tinha há tanto tempo atrás.

Este Natal não foi o melhor, não o poderia ser, havia demasiado espaço vazio.
Mas ainda assim estou extremamente grata. Tivémos uma mesa farta, onde nos apertámos para nos sentarmos, o que significa que ainda somos bastantes, e ainda houve espaço para algumas gargalhadas, com a ajuda do vinho e da surdez da minha avó.
E ainda tenho a sorte de receber algumas prendas bem jeitosinhas! :)




Agora temos um novo ano à porta, o que não significa que não vivamos estes últimos cinco dias em pleno. Este ano não quero resoluções, quero apenas conseguir abrandar e encontrar o ponto de equilíbrio, o meu.
Em breve falamos mais sobre isto.

Espero que tenham tido um Natal feliz, tranquilo e quentinho. Afinal tem estado um sol radiante que anima qualquer um. :)

4 comments:

Lazy Cat said...

O meu não foi mau de todo. Estivemos em casa de uns amigos e houve muita risota. Muita mesmo. E isso é do melhor que há, seja no Natal ou noutra altura qualquer =D

Aproveita bem os restantes dias de descanso até ao novo ano. **

ML said...

Por cá também nos apertamos para cabermos todo na mesa, e isso é bom. Queremos estar todos juntos, e rir e sorrir, e partilhar... e esses momentos foram o melhor do meu Natal!

Analog Girl said...

Lazy, concordo, a risota é mesmo o melhor de qualquer momento, seja apenas com mais uma pessoa, seja com uma mesa cheia. E é óptimo quando acontece com uma mesa cheia! :)

ML, é tão bom esse aconchego! Ainda bem que o Natal ainda vai sendo sinónimo de alegria e união! :)

Merenwen said...

Tens razao, o Natal é tao melhor quando somos mais novos! Na minha família as pessoas diminuiram, nao há criancas, tenho de confessar que todos os anos tem pouco brilho...até que hajam criancas outra vez quem sabe!

A tua mesa tem óptimo aspecto!
Um beijo enorme e bom ano novo! :)