Sunday, October 21, 2012

Mais inspiração











Uma compra que fiz para mim em Berlim foi este livro do Charley Harper. Desconhecia completamente o trabalho deste ilustrador/artista e adorei a simplicidade dos traços, a maneira simples e directa como desenhava os animais e a Natureza (outra vez a Natureza, cada vez mais aprecio trabalhos com esta como fundo), as cores que usava, enfim, apaixonei-me. Quando tiver filhos um dia vou ser a maior picuinhas do mundo para partilhar a minha colecção de livros infantis com eles...








Outro que descobri perdido numa livraria e fiquei apanhadinha foi o "Tragic Kingdom" da Camille Rose Garcia. Na livraria era caro demais por isso fotografei a capa do livro e mandei vir da Amazon, juntamente com este livro por uns trocos a menos (adoro estes bons negócios). Ainda não me debrucei decentemente sobre este livro, mas esta edição é um luxo, capa rígida, lombada com tecido, folhas de papel vegetal pelo meio cheias de rabiscos, e uma artista cujo trabalho me faz lembrar os desenhos animados antigos da Disney e afins, sempre com uma pontada de nostalgia e de tragédia. Uma visão mais negra do mundo com uma beleza incrível e um traço poderoso. Adoro a minha compra (a dedicatória está qualquer coisa de genial), foi uma sorte encontrar este livro, não imagino como a poderia conhecer se não tivesse sido assim. Fica aqui o site dela, com um vídeo da artista a trabalhar que merece muito a pena ser visto.

4 comments:

Vera said...

"Quando tiver filhos um dia vou ser a maior picuinhas do mundo para partilhar a minha colecção de livros infantis com eles...". Eu também, eu também! :)

Analog Girl said...

Estão tramados os nossos futuros putos... :P

Nikki said...

Adorei os livros, e a dedicatória deste último está demais.
Relativamente aos livros e aos putos... Do meu espólio de literatura infantil guardei meia dúzia de livros, dos quais sou muito ciosa. Arrisquei dar no outro dia um deles ao Tomás e ele adorou-o, tanto que não o larga nunca e até já lhe soltou duas páginas (acho que tu viste quando no outro dia nos encontrámos no OP). Claro que isso foi uma dor no coração, ver o meu livrinho estragado, mas também é ultrapassada por ver a adoração dele pela história, que ele lê umas 5 vezes por dia.
Claro que cada livro tem o seu tempo e os melhores guardamos para quando eles forem mais crescidinhos. :)

Analog Girl said...

Já sei qual é. Eu tenho um caixote cheio de livros antigos meus. Ainda lhes tenho de os ir escolher e arrumar, em breve. Adorava-os. Ainda os hei-de publicar por aqui quando os tiver comigo de novo. :)
Pois, a mim cheira-me que quando tiver filhos dou-lhe os meus livros muito mais tarde. :P Até lá arranjo-lhes uns para eles (e estou a usar o plural tão livremente, da maneira que isto está ter 2 filhos... lol)