Sunday, November 1, 2015

Olá Novembro!


Devagarinho aproximamo-nos do fim do ano, como quem não quer a coisa. Como já sabem, eu anseio pelo Natal (ou pelo menos, gosto da preparação para o dito), e adoro viver esta época em pleno. Já ando a disfrutar uma boa parte dos meus objectivos de Outono, e em Novembro, com o S. Martinho à porta, os dias cinzentos e pesados de chuva, ando ainda mais motivada para fazer render esta estação. Ainda para mais com um horário de trabalho que ainda me permite sair suficientemente cedo e usar ainda mais os meus dias para o que quiser. 

Novembro já começa com um sabor especial de missão cumprida. Depois de uma semana meio louca de idas ao Ikea, de arrumações, de montagens de móveis, de reorganização de materiais e papéis e tanta coisa, pude finalmente sentir que a minha casa está finalmente a entrar numa ordem há muito desejada. A imagem com que acompanho este post é perfeitamente intencional, é que esta é minha nova secretária, donde vos escrevo, com uma decoração simples (e pensada para muitos momentos de escrita e desenho - aquela caixa de vinho do Porto deu o perfeito organizador de secretária), neste meu novo espaço de home office... na sala. 

Pois que repensei na minha vida e na minha casa, e a verdade é que naquele quarto eu nunca passava tempo nenhum, não me enchia as medidas e percebi porquê. Estava em constante contradição. Porque eu comprei a casa há 6 anos, na esperança que fosse uma casa de família, aquele quarto teria outro objectivo, que não se cumpriu, e quando fiquei sozinha nela tentei enchê-la com outros sonhos e a tentativa de concretização de projectos em espera.
E enquanto eu esperava a inspiração divina para me organizar naquele escritório, e eventualmente começar a cumprir os tais projectos, a vida ia desenrolando e desenvolvendo, os velhos sonhos começam a retomar forma, e a casa está em vias de cumprir o propósito que lhe atribuí inicialmente, em pouco tempo será uma casa de família. Aproveito já para dizer que não estou grávida (tenho um emprego novo, não iria agora de repente pô-lo em risco, nem é o timing certo), mas sim, haverá uma vida a dois, e de vez em quando, a três. 

Confesso que estou algures entre a alegria incondicional e a incredulidade de que isto está mesmo a acontecer. Este não era de todo o meu plano inicial, mas ainda bem que os sonhos não se concretizam da forma que planeamos, senão nunca descobriria todas as surpresas maravilhosas que me deu nos últimos tempos. E eu não trocava o meu percurso, com todos os tropeções e decepções, pelo sonho inicial.
As coisas acontecem quando temos coragem de as desejar. E este mês é o mês destes novos começos, de planos concretizados e sonhos traçados para criar um futuro mais bonito e cheio de amor. Por isso bem-vindo Novembro. A minha casa, é a tua casa. :)

11 comments:

Lazy Cat said...

Tão bom =)

MAG said...

Que texto tão lindo! Que sejas muito feliz no teu lar :)

Lúcia said...

"E enquanto eu esperava a inspiração divina para me organizar naquele escritório, e eventualmente começar a cumprir os tais projectos, a vida ia desenrolando e desenvolvendo"

... Esta é uma coisa que me diz tanto!

Fico sempre à espera de inspiração divina em vez de a fazer acontecer!


Tão bom reconhecer finalmente a nossa casa.

Felicidades * *

(gosto de te ler! obrigada por abrires as portas da tua casa virtual)

Agridoce said...

Ohhh que belas notícias! Fico mesmo muito feliz por ti e por te ler tão bem e tão feliz!

Espero que continues assim e que Novembro seja mesmo um grande mês!

Um beijinho :)

Ana Fernandes said...

há na blogosfera uns posts que iniciam assim "palavras que podiam ser minhas..." e estas podiam ser muito parecidas com umas que sinto a querer sair a qualquer momento :) por isso ao ler-te, sorri, sem te conhecer, senti-as de uma realidade próxima e pela qual fico feliz por ti... como já foi dito antes "Tão bom"...

e... Feliz Natal :)
Bj*

Guilhim said...

Que "tão bom" tão bom e tão grande!!

Maria said...

<3 <3 <3

Ana A. said...

Partilho dessa situação, de sermos 2 e de vez em quando 3. E adiantei-me porque já estamos a caminho de ser 3 e de vez em quando 4.
Não vai ser tudo o mar de rosas, mas enquanto valer a pena, será certamente um caminho cheio de coisas boas.

Analog Girl said...

Pessoal, finalmente tive um bocadinho para poder parar e agradecer os vossos comentários com tanta energia positiva! :)

Obrigada pelas vossas palavras (e estou enganada ou terei pessoas a comentar pela primeira vez? Sejam bem-vindas e falem mais, não sejam tímidas!)

Não tenho palavras para vos agradecer esta boa energia, estou muito feliz por vos ter desse lado. :)

E Ana A., fico super feliz por ti! Muitos parabéns e que o teu percurso seja muito feliz nesses 3, de vez em quando 4. Talvez consiga chegar aí também! :)

Um beijinho muito grande a cada uma de vocês, muito obrigada mais uma vez! :)

art.soul said...

tinha este post no meu "saved for later" e só agora percebi que ainda não tinha comentado!! Que lindo que ficou o meu (agora teu) "sim".
Consegues arranjar-me (se quiseres) esta imagem sem as letras para eu partilhar no meu cantinho?

Beijos grandes

Analog Girl said...

Menina Art, claro que sim! Vou mandar a imagem mal me lembre onde a guardei! :P