Monday, July 7, 2014

Para onde foi metade do ano?

Já chegámos a Julho! Ainda nem tinha pensado bem neste facto, a segunda metade do ano chegou a correr, o meu aniversário já passou, e ao mesmo tempo que tanta coisa acontece, parece-me que não mudei assim tanto. 
Este ano anda a ser um pouco mais complicado do que esperava. Começou bastante mal com algumas mortes na família, que embora fossem de pessoas com graus de parentesco afastados, eram bastante importantes para nós. Não foi fácil gerir emoções com tudo isto e ainda por cima com a minha irmã longe de casa. Mas o tempo passa sempre, e agora ela já cá está, a fazer-nos sentir uma família completa outra vez, e há coisas boas a acontecerem, o que nos deixa sempre mais animados para o futuro. 

Pensei que era uma boa ideia reflectir neste post sobre as resoluções de ano novo e o que ainda tenho planeado para este ano. 
É engraçado, não uso as resoluções como um objectivo sólido a cumprir, mas antes como indicador do que gostaria de fazer para me manter focada. E acho que não há nenhum ano em que me sinta tão pouco cumpridora como este. Ora vejamos...

Perdi exactamente 3 quilos, ou seja, apenas perdi 1/4 do peso que quero perder, um percurso lento alimentado pela minha relação algo instável com a comida e a minha resolução em não fazer dietas, mas com o tempo ando a aprender a alimentar-me melhor, a fazer exercício como já não fazia há muito tempo, e o meu corpo anda a responder favoravelmente. Neste processo todo estou a reconhecer o meu corpo e especialmente, aquilo que sou capaz de fazer com ele. Essa tem sido a maior conquista de todas. Posso não perder os quilos todos que quero já já, mas as coisas estão a ir ao lugar e sinto-me satisfeita.

Quanto à ilustração, comecei bem com as cortinas de pássaros, o Gigglesutra, o dia do pai e a pagela da primeira comunhão do meu primo. Não alimento um diário gráfico como gostaria, mas as ideias surgem aos poucos. Manifestei no facebook a minha vontade de entrar neste concurso, mas confesso que estou a repensar se devo atirar-me a isto. Não estou a ter ideias nem tempo para desenhar. Aceitei um projecto a meias com uma colega e o marido dela e está a ser bastante trabalhoso e exigente (mas estou a aprender muito e a adorar cada bocadinho do percurso), e para além disso, a Cate fez-me um desafio que me está a deixar deliciosamente inspirada. Não há tempo para tudo e tenho de escolher aqueles que me fazem mais sentido e que já agora, me dêem mais gozo também. 

Daqui para a frente sei que será mais complicado dedicar-me à ilustração como gostaria pois entra em cena a pós-graduação, e apesar de ainda não ter confirmado a minha matrícula, continua a ser algo que pretendo fazer, pois apostar na minha formação também é algo em que queria investir este ano. Pode ser que até lá cultive mais hábitos criativos que não me façam perder o norte.

No meio disto tudo, a minha capacidade de fazer uma gestão eficaz dos meus dias anda a ser um grande desafio. Por isso não ando a escrever mais como queria, a dedicar-me mais a projectos mais elaborados ou ao voluntariado. Está a acontecer muita coisa, e sei que é possível fazer um pouco de tudo se for devidamente organizada. Mas também faz falta parar e respirar um pouco, e a escassez de férias deixa-me mais cansada do que gostaria de admitir. Há que aproveitar a silly season para equilibrar energias e tentar escapar nos fins-de-semana enquanto Outubro (sim, só terei férias nessa altura) não chega. 

Prefiro por isso não me encher de planos e expectativas para a segunda metade do ano (e provavelmente em 2015 ficarei no mesmo registo), e tratar das coisas com a maior calma e tranquilidade possível, já que se esperam mudanças grandes na rotina, muito trabalho e muitas coisas novas.

3 comments:

Vera said...

Eu sei que estamos em Julho mas... acho que me caiu qualquer coisa ao ler o "metade do ano já passou"!!! E passou mesmo, bolas, que o tempo voa de mais! :)

Boa Sorte para esta segunda metade!

Analog Girl said...

Vera, isto anda a passar depressa demais! Uma pessoa anda a mil e nem aproveita bem o tempo. Resta fazer com que cada minuto valha a pena! :)
Obrigada!

somebodyelsa said...

e que venha o resto do ano! vai ser melhor :)