Thursday, May 10, 2012

Dia 10 - momento

Passo por esta casa quase todos os dias, a caminho da estação. É grande, é bonita, é bem cuidada, e tem um jardim enorme com árvores e um relvado bem cuidado onde apetece rebolar. Tem lavatórios antigos a servirem de floreiras no pátio. 
Todos os dias olho-a e observo. Já vi um gato cinzento a caçar furtivamente, penso onde plantaria uma horta se a casa fosse minha, imagino crianças a rebolar pela relva (e eu com elas), imagino uma cena idílica (muito ao género de Meryl Streep no "casa dos espíritos"), de uma jovem grávida a ser penteada pela sua empregada enquanto apanha sol e canta a felicidade de morar numa casa tão bonita. Todos os dias ali há momentos, os que realmente existem, os que eu imagino, os que me escapam. Na verdade é só uma casa silenciosa, mas na minha mente ela ali está, cheia de vida, de vidas, de histórias e segredos. Minha.

2 comments:

Andreia Crociquia said...

Que lindo, mais o que tu sentes e que conseguimos depois ver nela...

Analog Girl said...

A imaginação é uma coisa tão boa... :) Só tenho pena da foto não lhe fazer justiça nenhuma...